Bruno Marques

Ganhar Dinheiro Extra com Marketing de Afiliados, 3 dicas inovadoras

Ganhar dinheiro extra

Esta a gostar? Partilhe

Ganhar dinheiro extra com marketing de afiliados é uma das formas mais lucrativas atualmente. Graças ao mundo online, promover os produtos ou serviços de terceiros é talvez o melhor negócio online que pode ter.

Neste artigo, examinamos de perto toda esta questão, pois os lucros não virão num piscar de olhos, a menos que tenha uma estratégia coerente e sólida. 

Para ajudá-lo a dominar o marketing de afiliados, elaboramos este guia que descreve todos os aspetos, definições e práticas deste negócio.

Não deixe de ver o meu curso gratuito neste link, que o pode ajudar a iniciar agora mesmo

O que é o marketing de afiliados?

O marketing de afiliados é uma estratégia de negócios que procura gerar rendimentos através de referências. 

O que é mais recente é a sua aplicação no ecossistema digital, junto com as práticas e ferramentas utilizadas para monetização.

Ou seja, trata-se de uma ideia de negócio online lucrativo que funciona através de uma relação colaborativa entre marcas que procuram promover e vender os seus produtos e um afiliado que ganha uma comissão pelos resultados positivos, cada vez que uma venda é feita graças aos seus serviços e canais de promoção.

É muito atraente para a empresa, porque só vai pagar quando um dos seus produtos for realmente vendido, e para os afiliados porque eles podem construir um negócio inteiro em piloto automático que lhes permite ganhar dinheiro extra.

Como-Ganhar-Dinheiro-Fácil-e-Rápido-na-Internet-1024x576

Como funciona o marketing de afiliados e como ganhar dinheiro extra

Uma vez que está a avaliar como ter rendimentos passivos online com marketing de afiliados, existem 3 conceitos fundamentais que deve dominar. 

Esta é a base sobre a qual funciona este tipo de estratégia de marketing.

Anunciante

É a empresa ou pessoa que solicita a promoção dos seus produtos através de um anúncio ou de um link numa plataforma de afiliados

Mas ao usar um link ou postar um anúncio, o anunciante não paga pelo espaço de visibilidade, mas paga por cada vez que um utilizador realizar uma conversão através da ação que foi acordada com o afiliado. 

A plataforma mais comum é um blog ou site, mas as redes sociais também se tornaram um canal excelente para ter lucros.

Afiliado

É um parceiro ou colaborador. Se quiser ser um afiliado, seria o dono do canal de promoção, que concorda em recomendar o produto da empresa e recebe uma comissão sempre que conseguir que alguém compre aquele produto. 

É claro que a lógica dita que só promova produtos que tenham a ver com o seu interesse ou conhecimento e, ao mesmo tempo, coisas que sejam úteis ou desejadas por quem visita o seu blog ou o segue nas redes sociais.

Link de afiliado

É o meio que levará ao site do produto da empresa onde o utilizador poderá realizar a sua compra. Os links possuem um código único que serve para identificar o afiliado. 

Pode controlar o código para verificar a rentabilidade alcançada e as comissões a serem cobradas.

Para começar, deve entrar em programas de afiliados lucrativos ou entrar em contacto diretamente com as empresas para se oferecer como parceiro. Os programas geralmente já têm a comissão a pagar predefinida:

  • Conversão: comissão pela venda do referido cliente.
  • Clique: comissão pelo número de visitantes alcançados.
  • Formulário: quando um utilizador indicado por si preenche um formulário.

Como Iniciar do Zero e ter Resultados

Guia Completo

Vantagens e desvantagens do marketing de afiliados

Ganhar um dinheiro extra com marketing de afiliados, como qualquer empresa, tem os seus prós e contras que deve analisar:

Vantagens

  • Não há necessidade de criar produtos, nem de ter gestão administrativa e logística.
  • Nem tem de se preocupar em fornecer suporte ou atendimento ao cliente.
  • Uma vez que uma boa estratégia é elaborada, o negócio pode ser lucrativo com pouca gestão da sua parte.
  • As colaborações são temporais, o que lhe dará flexibilidade para trabalhar com diferentes empresas e escolher as mais favoráveis.
  • Quando recomenda produtos de qualidade que ajudam as pessoas que visitam o seu site, ganha uma boa reputação.
  • As empresas podem crescer sem correr riscos e adquirir uma excelente força de vendas.

Desvantagens

  • Elaborar a sua estratégia de marketing de afiliados pode levar um tempo considerável, dependendo do seu conhecimento inicial. Tem que construir uma base sólida, como se estivesse a vender os seus próprios produtos.
  • A quantidade de promoções que pode fazer num determinado período de tempo é limitada, não pode simplesmente vender qualquer coisa. O excesso de links pode resultar em penalidades do Google.
  • Se uma empresa escolher um mau afiliado, perderá tempo e recursos investidos na criação de links, imagens ou banners.

Princípios básicos para criar uma página de afiliado

Seja credível

Pense que não se trata de enganar as pessoas ao recomendar um produto qualquer, mas sim de recomendar particularmente os produtos que fazem parte da sua rotina, trabalho ou estilo de vida.

 Entenda e respeite as necessidades do seu público, pois a sua opinião será considerada valiosa e eles terão como certo o que está a promover.

Antes de se tornar afiliado de uma empresa, responda ao seguinte: tem confiança nos produtos da empresa? Considera-os de qualidade? O que os diferencia dos demais e o podem resolver? Lembre-se de que receberá comissões graças à sua reputação, portanto, seja sempre positivo.

Recomende apenas o que gostaria de comprar

Junto com o princípio anterior, não promova nenhum produto que não goste ou que não comprasse. Também é consumidor e gosta que o seu dinheiro valha a pena e, claro, que não se deixe enganar por falsas promessas. 

Além disso, as pessoas confiarão mais em si se contar a sua experiência como comprador. Se adicionar explicações nas suas recomendações de como usou ou sentiu o produto X, mais pessoas serão encorajadas a comprá-lo.

Seja relevante

Deve haver coerência entre o seu site, a sua área de conhecimento ou negócio, o nicho que escolher e o produto ou serviço a ser promovido. Ser relevante é entender o que o seu público precisa e procurar coisas que possam ser do interesse dele.

Não tente vender, mas aconselhe

O seu site será um lugar de informação, deve ajudar as pessoas a alcançar algo com base no seu conhecimento e como valor agregado, recomendar um produto. 

Deve funcionar como um guia e, em primeiro lugar, oferecer um conteúdo útil. Os links de afiliados devem parecer uma coisa natural, dado o seu nível de especialização. 

Caso contrário quando as pessoas visitarem a sua página e encontrarem apenas vendas, provavelmente não voltarão mais.

Não pense a curto prazo

O marketing de afiliados é um negócio lucrativo para gerar rendimentos passivos online, mas não é um negócio imediato cujos resultados verá a curto prazo.

Primeiro deve:

  1. Estabelecer uma relação de confiança e valor com o público
  2. Posicione o seu conteúdo
  3. Criar autoridade
  4. Então pode promover e obter resultados reais

Como Iniciar do Zero e ter Resultados

Guia Completo

O que precisa de saber para criar uma página de afiliado de sucesso?

     1. Tenha conhecimento sobre um produto, serviço ou um nicho de mercado específico

Pode aprender muitas das técnicas ao longo do caminho, mas deve começar de algum ponto ou, em poucas palavras, deve saber alguma coisa. 

Ao dominar um produto em detalhes, conhecerá as suas qualidades e os problemas que ele pode resolver.

Por outro lado, conhecendo um nicho de mercado, é capaz de medir e segmentar um grupo de compradores e, portanto, os produtos que eles procuram comprar.

      2. Crie um blog

Este será o canal para publicar o seu valioso conteúdo e a principal fonte de tráfego de potenciais clientes para o produto a ser promovido. 

Deve criar o seu blog e para isso talvez precise de conhecer alguns parâmetros básicos que o ajudarão a construí-lo.

Aspetos relacionados ao domínio, hospedagem, design e programação serão muito relevantes. Se puder contratar profissionais para fazer um trabalho de qualidade e investir em ferramentas de qualidade, no final terá a recompensa.

       3. Tenha conhecimento de otimização de mecanismos de pesquisa (SEO)

Depois de ter o seu blog e alguns artigos, deve ganhar visibilidade. O conteúdo é inútil se ninguém o vê. A otimização de SEO irá ajudá-lo a subir posições nos motores de busca sempre que alguém usar um termo relacionado ao seu conteúdo. 

Aqui, os critérios de gestão de palavras-chave, otimização de links, hierarquia de informações, relevância e autoridade entram em jogo. 

Existem profissionais incumbidos de trabalhar todos os aspetos técnicos de SEO.

     4. Inscreva-se em programas de afiliados dos produtos que vai promover

Pode entrar em contacto diretamente com as empresas e construir o seu portfólio de afiliados, mas isso pode levar mais tempo. Recomendamos um programa de afiliados, pois será mais fácil e rápido iniciar e já possuem uma infraestrutura segura.

      5. Tenha consistência

Mesmo que não possa dedicar 100% do seu tempo agora e apenas queira ganhar dinheiro extra, a longo prazo, o marketing de afiliados pode render-lhe grandes dividendos, apenas se for consistente.

      6. Tenha uma conta bancária com a qual pode associar os programas de afiliados

Este é um aspeto administrativo não menos importante.

Como Iniciar do Zero e ter Resultados

Guia Completo

Etapas para monetizar o seu blog com links de afiliados

1. Escolha o nicho de mercado certo

•       Deve localizar um setor de mercado com o qual possa lucrar através da satisfação correta das necessidades e, para isso, deve atender aos seguintes requisitos:

•       Ter bons conhecimentos e escolher o tema que o apaixona: fazer algo que não desperte interesse ou sobre o qual não sabemos nada será simplesmente perda de tempo. 

Pense que para oferecer um conteúdo valioso e gerir adequadamente o seu público é preciso saber do que está a falar, ter uma dedicação constante e estar disposto a ajudar. 

Entrar num nicho ou mercado porque acredita ou ouviu que é lucrativo não é suficiente.

•       Tamanho do mercado: medir o mercado no qual deseja vender vai dar-lhe uma visão sobre as necessidades do consumidor. Para escolher o mercado, leve em consideração que quanto maior a concorrência, maior a dificuldade.

•       Deve segmentar até encontrar um nicho onde tenha mais oportunidades. Por exemplo, se quer começar no mercado de colchões, esta primeira divisão por si só é muito vaga. 

Se optar por colchões ortopédicos, encontrará um nicho com necessidades mais específicas e melhores taxas de conversão. 

Afaste-se totalmente da ideia de abrir um novo mercado, é muito complexo, leva tempo e exige muito investimento.

2. Escolha os produtos para o seu público-alvo

·       Escolha produtos que resolvam um problema: ou seja, devem concentrar-se em melhorar ou simplificar o estilo de vida do seu público. Considere a qualidade e a relevância, como no exemplo do colchão acima.

•       Escolhe um ou mais produtos a partir dos quais pode criar artigos suficientes: como o gancho para o público é o conteúdo, deve procurar algo que tenha sempre algo novo a dizer ou pelo menos permita criar conteúdo suficiente. Verifique na internet quantas informações existem sobre o assunto e faça uma busca por palavras-chave.

•       Escolha produtos que paguem boas comissões: analise isto em detalhes. Geralmente, um produto caro gera uma taxa de comissão mais alta do que um barato. Se escolher um mais barato, terá que fazer muitas vendas para ganhar comissões lucrativas, mas um produto mais caro pode dar-lhe uma boa renda com menos compras.

3. Analise a concorrência

•       Avaliar o que a sua concorrência está a fazer vai dizer-lhe três grandes coisas: se há espaço para si nesse mercado, quais são os termos de posicionamento adequados e o que deve fazer para não se tornar uma cópia de outros. pode começar com as dicas abaixo.

•       Estude as páginas de referência do seu nicho: o melhor é consultar um especialista em SEO, embora também possa usar algumas extensões do Google para analisar autoridade, por exemplo: Seo Quake, MozBar, Woorank e SEO – Detective. Além disso, tente rever como a concorrência comunica, o que oferece e veja como pode ser original com o seu conteúdo.

•       Analise as palavras-chave do nicho ou tópico e dos produtos: estude os termos de pesquisa e classifique-os de acordo com a jornada do comprador. Alguns utilizadores estarão à procura de aprender como um produto funciona ou para que serve e outros estarão à procura de comparações de produtos para comprar. Na segunda opção, a intenção de compra está mais próxima da conversão.

•       Cada um deles está num estágio diferente do processo de conversão e classificá-los de acordo com as palavras-chave que eles usam ajudará a orientá-los até a compra. Algumas ferramentas de busca por palavras-chave: Google Keyword Planner, SEMrush e Ubersuggest.

4. Crie conteúdo com base na sua pesquisa de palavras-chave

Comece com conteúdo informativo sobre o seu nicho para atrair um grande público relacionado ao seu objetivo. 

As opções podem ser muito variadas dependendo da abordagem. Textos, tutoriais e dicas são muito úteis para quem visita o seu blog.

 Algumas ideias podem ser:

• Listas: 7 ferramentas para uma gestão eficaz do tempo

• Perguntas: veja as FAQs do produto e crie conteúdo relacionado a ele.

• Como: Como aspirar A sua casa enquanto trabalha com um X.

• Artigos de informações gerais sobre um tópico.

Conteúdo transacional: o conteúdo transacional é aquele que foca nos utilizadores que estão mais próximos de comprar de acordo com a jornada de compra. 

Daí a importância de classificar as palavras-chave e saber quais termos são relevantes para criar um conteúdo que incentive a compra. Alguns exemplos:

• Comparações de vários produtos: as melhores ferramentas de SEO 2022.

• Avaliações de um produto x outro: semelhante ao anterior, mas com foco em dois produtos, geralmente concorrentes diretos.

• Alternativas a um produto ou serviço.

Como Iniciar do Zero e ter Resultados

Guia Completo

Como encontrar o programa de afiliados certo?

Existem duas formas:

• Procurar o programa do produto que deseja oferecer.

• Inscrever-se numa plataforma e procurar produtos que lhe possam interessar: no momento existem redes de afiliados que pode utilizar para construir o seu negócio, são páginas para ganhar dinheiro extra com a recomendação de produtos que já têm estrutura, procedimentos e comissões predefinidos e permitem que rastreie os seus códigos. Além disso, também têm um extenso catálogo de produtos.

 

3 Dicas a ter mente no marketing de afiliados

Para escolher o programa de afiliados que melhor se adapta a si, deve levar em consideração o tipo de sistema de acordo com a sua comissão, o tempo de conversão dos cookies e a percentagem de venda. Explicamos tudo a seguir.

 

1. Tempo de conversão dos cookies

O cookie é um rastreador instalado no navegador do utilizador e serve para identificar que o comprador vem do seu site. Os programas de afiliados atribuem um tempo de conversão para esse cookie, portanto, se a pessoa decidir comprar mais tarde, ainda poderá receber a comissão. O tempo de conversão pode ser de 1 dia a um mês.

 

2. Percentagem de vendas

Alguns programas têm percentagens de vendas mais altas do que outros. Isso depende muito da empresa que quer promover e se o mercado é muito competitivo. Também pode acontecer que a empresa queira crescer rapidamente e opte por uma estratégia agressiva de marketing de afiliados (ou seja, paga mais comissões, para que todos os afiliados optem por promover os seus produtos.

 

3. Tipo de comissão

O tipo de comissão determina o tipo de programa

• CPC (custo por clique): a comissão é baseada no número de cliques obtidos no link do afiliado, que podem ser anúncios de uma grande variedade de tipos. O anunciante é responsável pelo fornecimento dos materiais gráficos a serem utilizados.

• CPA (custo por ação): a ação mais comum é baseada na compra final do produto recomendado, uma das formas mais comuns de afiliação, e é paga após o registo das conversões na plataforma de afiliados. Além do custo final de venda por ação, também pode ganhar dinheiro extra ao obter leads, cada vez que a pessoa que chega com o seu link preencher um formulário de contacto.

• Recorrente: para afiliados encarregados de conseguir clientes que compram várias vezes na mesma empresa. Assim, é gerada uma comissão pela primeira venda e pelas vendas subsequentes, ideal para produtos por assinatura.

programas-trabalho-de-afiliados

Alguns dos mais conhecidos Programas de afiliados

Amazon

O programa de afiliados da Amazon é um dos maiores e mais populares que permite tirar partido do imenso potencial de vendas desta plataforma, com o maior volume de negócios na Europa. 

Portanto, sem dúvida deve considerá-la uma das suas alternativas. Funciona de forma bastante simples, você envia clientes para a Amazon e por cada venda realizada recebe uma comissão. 

A desvantagem é que as comissões são baixas e o tempo de conversão do cookie é de 24 horas.

Porém, se criar um bom blog com bastante tráfego e também aproveitar a popularidade desta plataforma, encontrará uma grande fonte de rendimento. 

A imensidão do seu catálogo permitirá que promova muitos produtos num nicho de mercado, tanto baratos quanto caros. As comissões variam de 1% a 12%.

O registo é bastante rápido, pode inscrever-se em programas de afiliados noutros países e permite-lhe cobrar comissões, com um valor mínimo de 25 euros, através de depósito em conta bancária ou em cheque presente. Depois de concluir o registo e colocar os links no seu blog, será capaz de rastrear as conversões do seu painel de conta de afiliado na Amazon.

Hotmart

É uma plataforma especializada na venda de produtos digitais com atuação em mais de 188 países e com um extenso catálogo de 24 categorias. É utilizado para quem pretende vender os seus produtos ou serviços e tornar-se afiliado.

As comissões podem chegar a 80% do custo do produto, descontados os impostos e a comissão cobrada pelo Hotmart ao anunciante. É uma plataforma segura, confiável e automatizada.

Também fornece informações relevantes sobre os produtos que pode vender de acordo com três critérios:

  1. Temperatura: mostra os produtos que tiveram as vendas mais altas num curto espaço de tempo e menos reembolsos.

  2. Satisfação: produtos com melhor classificação. A quantidade de vendas por si só não é um indicador positivo, a sua pontuação deve ser validada em avaliações positivas.

  3. Blueprint: refere-se à qualidade do arquivo do produto, textos e imagens, comissão e preço final. Quando um produto tem uma percentagem de 60% ou mais no blueprint, pode ser uma opção muito boa.

Udemy

A Udemy é uma plataforma educacional especializada na promoção de cursos em formato de vídeo. É muito popular entre falantes de espanhol e inglês. 

O registo é fácil e recebe a aprovação em cerca de quatro dias. É uma boa alternativa se tem um público que procura cursos de acordo com os temas que costuma falar no seu blog.

A plataforma garante comissões competitivas e uma das suas vantagens é que tem uma grande variedade de cursos e os seus ganhos podem ser trocados por conteúdo exclusivo e descontos para a sua própria formação, através dos cursos da plataforma.

A Udemy também oferece vários formatos para usar links de afiliados e ferramentas para ajudá-lo a obter mais vendas.

Como Iniciar do Zero e ter Resultados

Guia Completo

Depois de ler este artigo pode não ter todas as ferramentas ou recursos disponíveis, mas certamente já tem todas as informações de que precisa para começar a construir o seu próprio negócio de afiliados.

Aproveite e Veja Também:

Deixe uma resposta

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.